O Poder do Planejamento

O planejamento é uma disciplina e uma aptidão. É também um hábito e uma competência. Isso significa que o planejamento é uma capacidade que você pode dominar mediante repetição e prática, e é muito mais fácil do que poderia imaginar.
Faça uma lista de todas as tarefas e atividades
Em sua manifestação mais simples, um plano vem a ser uma lista de cada atividade que terá de desenvolver, do início ao fim, para alcançar determinado objetivo ou meta. Para dar início ao processo de planejamento, pegue uma folha de papel e faça uma lista de todas as coisas que lhe ocorrerem que terá de fazer para alcançar sua meta.
Sempre que se lembrar de um novo item, acrescente-o à lista. Esteja constantemente reexaminando sua lista e revendo os itens e os passos a serem dados, à medida que você obtém mais informações. Esta lista transforma-se em uma espécie de maquete da construção da “casa de seus sonhos”, a que encerra seu resultado ou sua meta ideal.

Estabeleça as prioridades e a seqüência

Agora, organize a sua lista por prioridade e seqüência, determinando quais tarefas ou atividades são mais importantes. Organize os itens
numericamente, em ordem decrescente de importância.
Organize sua lista também por seqüência. Aqui, você estabelece quais atividades precisam ser feitas antes ou depois. Muitas vezes, determinada tarefa não pode ser executada antes que outra tenha sido concluída. Às vezes, a conclusão de determinada tarefa pode vir a ser o gargalo no qual todo o processo fica retido.

O dia em que minha vida mudou

Todos os dias acordamos com um tesouro imensurável em nossas mãos, que podemos usá-lo da forma que quisermos. Esse tesouro se chama Vida.
Somos dotados de muitas capacidades e habilidades que pouco usamos ao longo de nossa jornada. Por acomodação ou por não parar para se perguntar o que podemos fazer diferente, vamos seguindo dia após dia como se as coisas fossem imutáveis.
Mas não são. Temos o poder de mudar muitas coisas em nossa vida, inclusive a nós mesmos, encarando a vida de uma forma diferente e direcionando o barco da nossa vida numa direção diferente da qual estamos indo.
Mas é preciso acordar, tomar nas mãos o leme, e com o pulso firme redirecionar o curso da nossa vida.
E isso exige coragem, valentia, bravura, confiança, fé, e muita disposição e determinação.
Porém, se não fizermos isso, a vida vai passar da mesma forma, e chegaremos ao final do seu curso e teremos que enfrentar a verdade de que deixamos nosso barco à deriva, e acabamos a viagem bem longe de onde pretendíamos ir.
Mas ainda há tempo. Pegue o leme, mude de curso e siga na direção de onde você quer chegar.

(Tereza-2/2/2015)